Rabat – Marrocos

Rabat é a capital do Marrocos, uma das 4 cidades imperiais, é a segunda maior cidade do país com 1.600.000 habitantes, é o centro diplomático com várias embaixadas e  onde se encontra a residência principal do rei Mohammed VI. O Palácio Real é a sede oficial do governo onde residem e trabalham mais de 2 mil pessoas.

 

 

O palácio construído em 1864 sobre outras ruínas do outro palácio antigo. Faz parte da coleção de construções do polêmico sultão Moulay Ismail e é rodeado por muitas árvores, boulevards, fontes e possui uma mesquita particular do rei, chamada Ahl Fès.

 

Rabat não é tão turística como Fez e Meknes, mas tem lá o seu encanto. É possível visitar o palácio mas sem muita aproximação da sua entrada principal. Fotos também são restritas, podem ser tiradas à distância. Discrição é importante pois os guardas não gostam de ser fotografados.

 

Torre Hassan

Um dos ícones de Rabat, a Torre Hassan, é parte do minarete que comporia a maior mesquita do mundo, segundo o desejo do o sultão Yacoub El Mansour.

 

Infelizmente as obras não foram concluídas pois os trabalhos pararam em 1199 com a morte do sultão. Sua medida original era de  88 metros, porém as obras foram paralisadas quando ela estava com 44 metros.

 

Assim como a torre, a mesquita também ficou incompleta deixando 200 colunas a céu aberto tornando o pátio da construção numa grande exposição dessa obra de arte arquitetônica muito visitada pelos turistas.

 

O lugar foi escolhido com o intuito de abrigar o túmulo de Mohamed V (rei do Marrocos), uma obra-prima da arte marroquina que está do lado oposto da Torre Hassan.

 

O Mausoléu é avistado de longe com suas paredes externas brancas e telhado verde. Seu interior é de mármore branco, granito, tapetes vermelhos, lustres imponentes e belíssimos desenhos esculpidos com delicadeza abrigando o descanso do Rei.

 

Sua construção foi finalizada em 1971 e cerca de 400 homens trabalharam duro nessa obra. Nele estão membros importantes da família real da dinastia Alaouite: o sultão Mohamed V e seus filhos, o rei Hassan II e do príncipe Abdallah.

 

Kasbah dos Oudayas

Kasbah dos Oudayas é uma fortaleza medieval construída no século XII e está localizada em Rabat, no litoral atlântico do norte de Marrocos. Construída em 1150 pelos Almóadas (dinastia berbere que dominou o Norte de África e parte da Península Ibérica de 1147 a 1269), já passou por várias revitalizações e abrigou tribos árabes, imigrantes espanhóis e alguns dos mais poderosos sultões de Marrocos.

 

Suas ruas sinuosas e estreitas nos levam a uma cidade com pequenos comércios com artesanatos locais, casinhas de paredes brancas e azuis(tradição trazida pelos andaluzes e piratas) e claro, as tão tradicionais portas decoradas do Marrocos.

 

Você pode fazer uma parada num dos bares da Kasbah e degustar o chá de menta com deliciosos doces de amêndoas cobertos com açúcar de confeiteiro. Com uma bela vista sobre a praia, braço do rio o Bouregreg e de Salé, é um cenário perfeito para um fim de tarde.

 

A fortaleza foi construída com argila, palha e estrume pois ajuda a aquecer no inverno e refrescar no verão. Possui paredes com 2,5 metros de espessura e 10 metros de altura que além de proteger a cidade dos inimigos também protegia a cidade das tempestades de areia.

 

Assista ao vídeo de Rabat  🎥

 

Comentários (2)

que bom que tenha gostado! Obrigado!

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.