A pequena Suiça Marroquina

 

Nem só de deserto vive o Marrocos! O exemplo disso é a cidade de Ifrane, uma cidade muito diferente do restante do país. Conhecida como a pequena Suíça Marroquina, a cidade fica 1.677 metros acima do nível do mar, o que proporciona ao lugar um clima mais fresco. Há uma hora de Fez, o destino é um dos preferidos dos marroquinos no inverno. O estilo da arquitetura européia traz os telhados inclinados preparados para receber a neve abundante que cai no inverno.

 

Mesmo durante a primavera e verão a cidade é bem mais fresca que outras cidades do Marrocos. As atrações turísticas mais desejadas no inverno são as estações de esqui. É como Campos do Jordão para os paulistas.

 

 

A cidade é muito limpa e organizada com hotéis, cafés e restaurantes muito charmosos.
Foi fundada pelos franceses durante o protetorado nos anos 30 e seu nome significa “caverna” onde as tribos bérberes habitavam. A cidade foi projetada na tentativa de replicar locais turísticos de estações de esqui e claro, também abriga mais um palácio real com telhados verdes que é destinado ao período de férias do Rei.

 

Por estar localizada no no coração da cordilheira do Médio Atlas a região era cercada por muitos leões selvagens. Com o tempo esses leões foram extintos e por isso, na praça próxima ao Hotel Chamonix, fica uma escultura de pedra datada de 1930, obra do escultor francês Henri Jean Moreau em homenagem ao ultimo leão selvagem visto nas redondezas e que foi abatido a tiros.

 

 

Assista ao vídeo de Ifrane  🎥

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.