Ruínas Romanas Volubilis – Marrocos

Protegido pela UNESCO desde 1997, as Ruínas de Volubilis é um sitio arqueológico onde se encontram ruínas de uma antiga cidade do Império Romano, com características  próprias desse tipo de urbanização como o fórum, capitólio e muralhas que são  datados dos séculos II e II DC.

Esse complexo arqueológico está localizado a 33 km de Meknes e há estudos que a sua população chegou a 200.000 pessoas.

Foi uma cidade muito próspera por possuir solo fértil e por isso fornecia oliveiras e trigo que abasteciam o Império. A cidade era cercada por animais selvagens como ursos e leões e muitos deles foram enviados para Roma para os jogos nas arenas fazendo que assim  entrassem em extinção, como o urso do Atlas que foi visto pela ultima vez em 1867 na fronteira entre Marrocos e Argélia.

A paisagem é incrível por ter ao fundo as montanhas do Atlas.

Lá se encontram as ruínas do Templo de Saturno, deus do tempo, a rua do Aqueduto, que fornecia água para as casas particulares, casas de banho, banheiros públicos, fontes. Essas águas eram colhidas de uma fonte há 1 km da cidade.

 

Mosaicos

Um dos pontos altos da cidade são os mosaicos. Os mais conservados podem ser encontrados na Maison au Cortege de Vênus, com temas  da deusa Diana (deusa da caça), cenas de Hylas (que era um rapaz amado por Hércules que foi raptado pelas ninfas da água), na Maison des Fauves,  mosaicos de leões, panteras e tigres.

Na Maison aux Travaux d’Hercule (Casa dos Trabalhos de Hércules) os mosaicos estão distribuídos em painéis ovais que representam os 12 trabalhos que Hércules executou e também figuras como golfinhos, suásticas e tridentes usadas como um amuleto para espantar o mau olhado.

Dionysos, o deus do vinho é descrito nos mosaicos da Maison de Dyonisios sempre coroado com folhas de videira e figuras representando as quatro estações.

Os mosaicos também são encontrados nas principais mansões que ficavam situadas na Decumanus Maixmus, rua principal nas cidades romanas, e eram decorações que demonstravam luxo e ostentação.

Outra característica da cidade são as colunas, como o Palais de Gordiem e a Maison aux Colonnes (Casa das Colunas) Muito desse patrimônio foi saqueado pelo Moulay Ismail com intenção de “apagar” da historia monumentos que fossem mais belos que os construídos por ele.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.